quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

5 monstros assustadores que fazem parte das lendas do Japão

1. Shuten Doji: o devorador de mulheres
Reza a lenda japonesa que um grande ogro chamado Shuten Doji, ou o “Garoto Bêbado”, atraía mulheres para seu castelo a fim de devorá-las. Preocupado com isso, o imperador japonês contratou o samurai Minaomoto “Raiko” Yorimitsu para enfrentar a criatura.
Com ajuda de cinco homens, Raiko se aproximou da moradia de Shuten Doji disfarçado de monge budista – uma boa tática para esconder as armas e armaduras. No trajeto, ele recebeu a ajuda de três deuses que lhe forneceram um capacete encantado e saquês poderosos, capazes de induzir o sono.
Porém, o tiro quase saiu pela culatra: ao invés de dormir, o ogro se transformou em um demônio vermelho. Ao menos o capacete mágico ajudou os guerreiros a decapitarem Shuten Doji. Ufa!
Shuten Doji era um ogro que devorava as mulheres


2. Ikuchi: a enguia coberta de petróleo
O Ikuchi pertence a uma classe de demônios chamada de ayakashi e que vive na fronteira entre o céu e o mar. Com o formato de uma enguia, Ikuchi é tão gigantesco que uma embarcação levaria até três dias para navegar por toda sua extensão.
Para piorar, esse monstro marinho é coberto de petróleo e lança esse produto nas embarcações que tentam ultrapassar os seus domínios. A única forma de sobreviver é conseguir limpar o petróleo a tempo. Caso contrário, o fundo do mar será a moradia eterna para os azarados marinheiros que se depararem com a criatura.
Ikuchi é uma enguia coberta de petróleo que afunda os barcos

3. Gashadokuro: o esqueleto gigantesco
O Gashadokuro, também conhecido como Odokuro, tem a forma de esqueleto com mais de 27 metros de altura! E como se não bastasse o seu tamanho impressionante, os ossos que formam sua estrutura são de pessoas que morreram de fome ou na guerra – então já dá pra imaginar o ânimo desse monstrengo, não é mesmo?
Esse ser fantasmagórico surge quando cem almas penadas unem forças após terem seus corpos físicos abandonados sem um enterro decente. O Gashadokuro passa, então, a perseguir os humanos a fim de devorar sua pele e seus órgãos, usando o esqueleto da vítima para se tornar ainda maior!
A única forma de vencer o Gashadokuro é deixá-lo completamente sem energia – isso fará sua estrutura esquelética entrar em colapso. Mas você pensa que é fácil? Não é! Assim, o melhor a se fazer é fugir quando ouvir um barulho de ossos (ou um zumbido no ouvido) se aproximando.
Gashadokuro é um esqueleto que se forma a partir de cem almas perdidas

4. Akkorokamui: o polvo vermelho
Nas lendas do Japão, o Akkorokamui é um polvo gigantesco, com mais de cem metros de comprimento, que mora na Baía de Funka. De aparência avermelhada, é impossível não notar quando o monstro está se aproximando de seu barco para afundá-lo. Além disso, ele solta um fluído bastante fedido. Eca!
Até hoje, não existe nenhum relato de como o Akkorokamui pode ser vencido. Tanto que muita gente acredita que ela ainda está por lá, esperando um barco desavisado para arrastá-lo para o fundo do mar. A história é parecida com a lenda do monstro do Lago Ness, com a diferença de que o bichano japonês não é nada tímido: ele quer sangue!
O Akkorokamui é um polvo gigantesco que ainda estaria vivo

5. Yamata no Orochi: o dragão de oito cabeças
Imaginem um dragão enorme, com oito cabeças e oito caudas: esse é o Yamata no Orochi, tradicional monstro do folclore japonês. Segundo a lenda, Susanoo, o deus do trovão, era um pouco encrenqueiro. Também pudera, o coitado foi criado a partir do muco gotejante do deus Izanagi.
Depois de muito aprontar, Susanoo foi expulso do céu e teve que se contentar em ficar na Terra como castigo. Aqui “embaixo”, ele ficou vagando entediado até encontrar um casal de idosos com sua última filha. Os três choravam, já que a jovem seguiria o destino de suas irmãs e se tornaria refeição do temível dragão Yamata no Orochi.
Susanoo prometeu ajudar essas pessoas, desde que pudesse se casar com a donzela após derrotar o dragão. Para isso, foi construído um muro ao redor da residência dos idosos com oitos portas que continham um barril de saquê em cada uma delas – os monstros japoneses amam essa bebida.
Yamata no Orochi caiu na armadilha: ele bebeu o álcool todinho, desmaiou embriagado e assim ficou fácil para Susanoo cortar a fera em pedacinhos. Depois disso, o deus da tempestade pode, enfim, se casar com a jovem moça.
Susanoo decapitando o temido Yamata no Orochi

***
De qual destes monstros você teria mais medo? Quer acrescentar algum nesta lista? Deixe seu comentário !!

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Conheça 15 sabores de Kit Kat que são vendidos apenas no Japão

1- Morango

Tem aroma contagiante e até lembra a princípio a típica mistura ocidental de morango com leite, mas contém um gosto mais azedinho, frutado, ao final.
2. Citrus Golden Blend
Uma refrescante mistura de laranja e limão cobrindo um pedaço de wafer que provoca do doce e suave teor do biscoito ao cítrico sabor das duas frutas em uma mordida.

3. Pera

Transmite a sutileza do gosto do suave do fruto da pereira. Tem como base o chocolate branco.

4. Maçã de Shinshu

Possui um gosto mais forte e artificial ao tentar emular o sabor da fruta. A base de chocolate ao leite ajuda a conter um pouco disso.

5. Edamame (soja verde)

É caracterizado por um forte aroma de nozes e um gosto que lembra chocolate branco com amêndoas.

6. Batata-doce

Leva o nome do tubérculo no qual foi inspirado a sério demais. É bastante doce.

7. Pimenta japonesa

Um excelente equilíbrio entre o chocolate ao leite e um sabor levemente apimentado.

8. Biscoito de canela

Possui um entorpecente aroma de biscoito de canela assado com base em chocolate branco.

9. Cheesecake de morango

Tem gosto de guloseima com um leve e sufocado sabor de morango.

10. Cheesecake de mirtilo

Aroma moderado de mirtilo tentando simular a experiência de se comer um delicioso cheesecake.

11. Matcha (chá verde em pó)

Imita bem o sabor do chá verde, possuindo um “gosto de mato” levemente amargo no final.

12. Hojicha (chá verde torrado)

Parece mesmo que foi torrado, tem gosto de fumaça e tudo mais. Não é um sabor que agradaria muito facilmente a paladares ocidentais.

13. Xarope de açúcar mascavo

Uma estranha oportunidade pra se usar este aroma. Tendo como base o chocolate branco, é extremamente doce e tem gosto bem forte de xarope de bordo.

14. Sanduíche de anko (feijão vermelho)

Anko pode ser definido como uma pasta de feijão vermelho doce, muito popular no Japão. Esta versão do Kit Kat insinua leve doçura no começo, mas, assim como no caso do Hojicha, há na composição um sabor esquisito que lembra fumaça.

15. Wasabi

Wasabi é uma pasta verde fresca e picante que se parece com pasta de raiz forte — apesar de ser mais suave. Geralmente acompanha sushi e sashimi. Sua versão em chocolate lembra um pouco do gosto original, mas traz consigo a doçura do chocolate.
É difícil imaginar esses sabores de Kit Kat vendendo muito por aqui, mas o Japão é definitivamente um lugar incomum, logo, a noção brasileira de algo “gostoso” provavelmente vai divergir daquilo que faz sucesso por lá. E você, quais sabores dessa lista achou mais interessantes e quais não teria nem coragem de experimentar?

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

BIGBANG - 맨정신(SOBER) M/V

Olha só a carinha do GD nesse M/V, gente que vontade de apertar (。♥‿♥。)





Neko cafes fazem sucesso no Japão

A correria do dia a dia e a falta de espaço em apartamentos torna cada vez mais difícil a criação de pets nos últimos tempos. Pensando nessas dificuldades, começaram a pipocar no leste asiático, os “cat cafes”, ou como é chamado no Japão, “neko cafe”.
O primeiro neko cafe foi criado em Taiwan, em 1998 e a ideia logo foi comprada pelos (apaixonados por gatos) japoneses. Os neko cafes são cafeterias que servem cafés, bebidas e até comidinhas, mas a atração principal dessas casas não é o que é servido e sim quem “serve”. O staff principal é formado por gatos que são criados para servir de companhia para aqueles que não podem criar o seu próprio bichano em casa. Lá, o cliente pode aproveitar a parte boa de brincar com os pets sem ter que se preocupar com todas as obrigações e custos que um dono teria.
Falta de tempo, de espaço e custos altos dificultam a criação de um pet dentro de casa. Antes de entrar no café, o cliente higieniza as mãos, troca os sapatos por chinelos, guarda a bolsa e escolhe o pacote de serviços que incluem o tempo de acesso à sala dos gatos e as bebidas. A sala é equipada com sofás, internet, caixas e brinquedos, tudo para deixar o visitante e os bichanos à vontade. Uma hora dentro de um neko cafe custa em média R$20, com direito a uma bebida.
Lá dentro, o cliente pode ficar à vontade para escolher com quem brincar, tirar fotos (sem flash), ou tirar uma soneca no sofá, como se estivesse em casa. No Ron Ron Café, da cidade de Matsuyama (Ehime), a visita inclui 15 minutos para brincar com dois filhotinhos, que por serem muito novatos, ficam um tempo limitado na sala.





Para poder conhecer o site do neko café do japão Clique Aqui! 

Até Mais ◡‿◕✿.. 



Fonte: http://madeinjapan.com.br/2013/06/06/neko-cafes-fazem-sucesso-no-japao/

domingo, 13 de dezembro de 2015

Bolo de Chocolate

Ingredientes
Para a massa do bolo:

3 ovos (Inteiros)
2 copos de açúcar
3 copos de Farinha de Trigo
1 colher (sopa) de Amido de Milho
2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina (sem sal)
6 colheres (sopa) de achocolatado em pó

1 copo de leite (integral ou desnatado)
1 colher (sopa) de fermento químico.

Junte todos os ingredientes em um refratário grande e mexa-os até que vire uma mistura homogênea, ou bata-os em uma batedeira.
Unte uma forma, coloque a massa e leve ao forno em temperatura média por aproximadamente 20-30 minutos.

Para a calda:


500ml de leite integral ou desnatado
400gr de chocolate em barra (Ao leite)
2 colheres (sopa) de mel.

Misture todos os ingredientes e leve ao fogo baixo mexendo sempre, por cerca de 15 minutos ou até adquirir consistência.

Despeje a calda ainda quente sobre o bolo já assado e desenformado. Pronto agora é só saborear essa delícia :D  

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Pudim de leite na caneca

Ingredientes: 

1 ovo
8 colheres de (sopa) de leite 8 colheres de (sopa) de leite condensado1 colher de (sopa) de açúcar1 colher de (sopa) de água1- Em uma xícara, coloque água com açúcar no micro-ondas até que ele fique uma calda marrom (vá colocando de 15 em 15 segundos para ficar observando)



Modo de preparo:

2- Em um pote, bata os ovos e vá acrescentando o leite condensado e o 
leite. Mexa muito bem até ficar homogêneo...
3-Coloque a mistura naquela xícara com calda e coloque no microondas
 por um minuto e meio. Se ainda não tiver bom,vá acrescentando de 15 
em 15 segundos.

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Reiceitinhas =^-^=

Bombom de travessa fácil 

Ingredientes

1 caixa de morangos (ou uvas sem sementes)
2 latas de creme de leite
1 lata de leite condensado
1 barra de chocolate ao leite (200 g)

2 gemas.


Modo de Preparo



  • Faca um brigadeiro branco com o leite condensado e as 2 gemas, mexendo sempre em fogo baixo para não queimar, quando estiver no ponto de um brigadeiro, acrescente uma lata de creme de leite e mexa mais 5 minutos em fogo baixo, reserve até esfriar.
  • Lave e pique os morangos (recomendo que seque os morangos com papel toalha, o morango molhado não dá certo com essa receita) depois de secos despeje-os sobre o brigadeiro branco.
  • Pique a barra de chocolate ao leite e derreta no micro-ondas na potência média para não empelotar.
  • Quando estiver derretido acrescente uma lata de creme de leite e mexa
  • Despeje-os sobre os morangos, cubra a com papel plástico e coloque na geladeira por pelo menos 1 hora.

Outra receita aqui do blog http://kurololita.blogspot.com.br/2011/10/cupcake-de-morango.html